top of page
  • Annelise Castelli

Tendências do Mobiliário - Milan Design Week & Salone del Mobile Milano 2023.

Atualizado: 30 de jun. de 2023


A semana que aconteceu entre 17 e 23 de abril em Milão mais uma vez se confirmou com o principal evento mundial impulsionador de referências e tendências no campo do Design, em especial do design de interiores. Fato confirmado pela imprensa especializada, pelos principais influenciadores do segmento e mais que tudo, pelas próprias marcas participantes que viram suas vendas e audiência crescerem e muito nesse período.


A Milan Design Week é composta pelas principais exibições que acontecem no pavilhão Fiera Milano Rho:


Salone Internazionale del Mobile (em sua 61ª edição), o principal, o salão do mobiliário.


Euroluce (edição que acontece a cada dois anos), o salão do setor de iluminação, neste ano com um lay out mais fluído, foi transformado na cidade das luzes (the “City of the Lights”).


International Furnishing Acessories, o salão de acessórios e decoração


Workplace 3.0, o salão voltado para espaços corporativos

S.Project, pelo terceiro ano traz uma curadoria de produtos-destaque de toda a feira e que refletem uma visão do futuro do espaço doméstico. Traz uma perspectiva em 360 graus da arquitetura de interiores, com novos conceitos e soluções mais inovadoras.


Salone Satellite. Desde 1998, é um espaço dedicado a promover a interface entre jovens designers (com menos de 35 anos) e o setor industrial. Sob o tema “Design: para onde você está indo?”, o evento promoveu a reflexão entre as possibilidades de progresso e os desafios globais nas questões ambientais, sociais e econômicas.

Além desses principais, a feira também promoveu uma programação cultural intensa coordenada por Beppe Finessi.


Os dados oficiais registraram mais de 2000 marcas exibidoras e cerca de 300 mil participantes oriundos de mais de 180 países. Este ano a Feira contou com 15% a mais de participação do que em 2022. Foram mais de 5400 jornalistas credenciados de praticamente todos os cantos do mundo.


Entre os países principais compradores e operadores do setor estão: Itália, China, Alemanha, França, Eua, Espanha, Índia e (olha só!) Brasil.


FUORI SALONE

Contemporaneamente ao que rola no pavilhão, acontece o FUORI SALONE (literalmente “fora do salão”), ancorado pelo tema: “Laboratório do Futuro”.

Neste ano, foram cerca de 950 exposições e intervenções artísticas e culturais divididas nos principais “distritos” da cidade, incluindo edifícios históricos, museus, show rooms e espaços alternativos. A cidade verdadeiramente pulsa Design nessa semana tão intensa.


ESPAÇOS E EXPOSIÇÕES DESTAQUE

Exposição Ars Metallica para Alessi, por Philip Stack.
Exposição 80 Anos Ikea Itália
Exposição Dior por Philip Starck
Exposição Objets Nomades para Louis Vuitton.
Exposição Fiat Bulb, The Edison Syndrome, por Martina Sanzarello
Exposição Google – Shaped by Water por Lachlan Turczan.
Exposição Armani Casa no Palazzo Orsini
Espaço House of Lyria

OS GRANDES TEMAS

Os temas centrais dessa edição foram: a sustentabilidade (como um conceito transversal, passando pela redução do impacto ambiental desde o stand, passando pelo produto e pelo processo), a tecnologia, o bem viver contemporâneo, o novo olhar do design sobre o futuro e a participação da moda, que invadiu o mundo do mobiliário (destaque para Etro, Fendi, Dior, Hermès, Louis Vuitton, Bottega Veneta e Armani Casa).


Destaque também para a Euroluce que trouxe com seus expositores, eventos e palestras, uma reflexão consistente e mais que atual sobre todo o potencial que a luz pode ter sobre nossas vidas.


A CASA CONTEMPORÂNEA - BEM VIVER COM IDENTIDADE

Em 2023 as referências para o mobiliário concentram-se na casa como uma das formas mais importantes de autoexpressão contemporânea.


O conceito-chave é a busca do “bem viver” com identidade. O foco está naquilo que promove o bem-estar, reduz a ansiedade e ao mesmo tempo nos permite mostrar quem somos, com as nossas memórias e estilo de vida cotidiano.


É o equilíbrio entre o conforto e a estética; a forma (neste ano mais orgânica e sinuosa) e o conteúdo (aquilo que está por trás do produto si) e o que combina (é fácil de compor) e o que ganha destaque no ambiente (seja pela cor, pelo material, pelo acabamento).


Esses temas se desdobram nas 9 principais tendências para 2023:


1. CONFORTO X QUIET LUXURY X MAXIMALISMO.

Essa tríade é a essência que conecta todas as demais tendências. É o CONFORTO da casa refúgio, do cozy, com produtos para o dia a dia e o bem viver, que muitas vezes privilegia o natural + a tecnologia.


Já o QUIET LUXURY propõe um minimalismo atualizado, com a pureza das formas, o aconchego elegante, o acabamento impecável, o material nobre e autêntico.


E o MAXIMALISMO vem como um contraponto mais lúdico, bold, com energia em cores, formas e volumes. É o playful com personalidade para ambientes ecléticos.


2. RELEITURAS 50, 60, 70. E... 80.

É a celebração dos ícones das marcas, muitas delas pelas comemorações de aniversário. A releitura vem até como uma proposta de atemporalidade das marcas, reforçando não só o branding (“somos uma marca que faz parte da história”) como também aspectos sustentáveis. De modo geral, são muitas as referências aos anos 50, 60 e 70, com toques de 80 e o resgate do design escandinavo por algumas marcas.


3. SUSTENTABILIDADE TRANSVERSAL

Neste ano a sustentabilidade se coloca como um tema central e certamente mais evoluído por muitas empresas. Claro, não são todas. Mas são essas que se destacam e inovam. A busca pela redução do impacto ambiental e social vem ancorada por princípios do Design Circular: materiais menos poluentes; reciclabilidade (uso de materiais reciclados e facilitação da reciclagem e a desmontabilidade); reuso do produto e redução do resíduo em toda a cadeia. E em menos casos, há também o resgate de tradições locais artesanais de comunidades específicas (como é o caso da parceria entre a Tachini e o estudio Formafantasma).


4. OUTDOOR + INDOOR = JUNTO E MISTURADO

Uma tendência que vem ganhando protagonismo e impulsionando marcas a entrarem firmes neste segmento. É a permeabilidade entre outdoor e indoor, próprio de ambientes cada vez mais híbridos e abertos. São produtos que propõem a conexão com a natureza e a luz. Assentos generosos, espreguiçadeiras acolhedoras e gazebos de última geração. Soluções originais e funcionais em iluminação acopladas ao mobiliário.


5. MATERIAIS

É o tempo da madeira, do mármore, do vidro, do metal, dos tramados, do couro e dos tecidos com texturas tipo bouclé, pelos, linhos, veludos e tecidos ultra macios.


Destaque para o mármore, que incorpora mais versatilidade com formas esculturais, novos acabamentos e espessuras mais finas, fruto das possibilidades da evolução da tecnologia.


A madeira nas suas mais diversas tonalidades e acabamentos é protagonista, muitas vezes acompanhada de outros materiais na mesma peça.


6. A COR PROTAGONISTA

Nesse ano, a cor é o toque de energia e que confere personalidade. São múltiplas as possibilidades e vibrações: são as neutras, subtons suaves, vibrantes, monocromáticas, ou como detalhes-destaque.


Porém, tudo é muito fácil de combinar. Mesmo com composições de cores distintas na mesma peça. A harmonia é o que prevalece.


São os tempos do amarelo, caramelo, ferrugem, azul cobalto, azul acinzentado, azul celeste, verdes, verde petróleo, menta, coral, rosés, brancos, cremes, beges e cinzas quentes.


7. FASHION MOOD

Já há algum tempo as marcas de moda enxergam no mundo da casa, uma forma de expandir o branding expondo o lifestyle da marca de modo bem tangível. E assim, trazem o seu olhar e suas principais referências para o design de interiores, com muita personalidade.


Destaques dessa edição: Louis Vuitton, Dior, Karl Lagerfeld, Etro, Armani, Hermès, Fendi e Lowe.


8. SOFÁS, POLTRONAS E CADEIRAS

Sempre uma categoria importante para o mobiliário, uma referência chave do design, os produtos de sentar representam juntos os principais caminhos estéticos da temporada.


Sofás robustos, modulares, componíveis (frente e costas, permitindo múltiplas possibilidades). Com formas arredondadas, curvas, com gomos (em desenhos orgânicos ou geométricos). Neste ano, são o símbolo máximo do conforto.


Presença marcante de cadeiras e poltronas com espaldar em U. Linhas atemporais e minimalistas com destaque para releituras e toques de ludicidade.


9. MULTIFUNÇÃO

Foco em composições de categorias acopladas, como mesa lateral com sofá ou poltrona.


Produtos projetados para múltiplas configurações, entre espaldar e assento, e estrutura com diversas opções de materiais cores e acabamentos (máximo da otimização e da versatilidade).


Mais informações em Salone del Mobile 2023.


コメント


bottom of page